Maiorca… O éden das bicicletas.

“Heaven on earth”

Por certo é um paraíso para os veículos de 2 rodas puxados por alavancas que são comummente designadas por pernas.

Maiorca é a maior ilha do arquipélago das Ilhas Baleares localizada a leste da Espanha e sua maior cidade e capital é Palma de Maiorca. Dispõe de subidas altamente pornográficas, vistas de perder a cabeça, estradas em excelente qualidade e um clima ameno que compõe um cenário idílico para os amantes do ciclismo de aventura, do cicloturismo.

Por certo já está nos planos da 53onze uma visita a esta ilha, já está orçamentado… agora é só colocar no calendário.

Nesta ilha, é possível desenhar um menu de degustação de subidas, estradas e vistas, comparativamente adequado a um restaurante de várias estrelas Michelin.

O “must” nesta viagem tem de ser para as subidas que se passam a descrever:

Sa Calobra

Subida de 9,6km com pendente médio de 7% e com pendentes máximos de 13%

Puig Major

Com 13.6km, pendent médio de 6% e máximo de 9%

Coll de Sóller

Esta será o Alp d’Huez lá do sítio, com 16 curvas cotovelo, um autêntico zigue zaguear subida acima.

Subida de 7.3km com pendente médio de 6% e máximo de 7%

Coll de sa Batalla

Subida de 7.8km com pendente médio de 5% e máximo de 8%

Coll de Femenia

Subida de 7.5km com pendente médio de 5% e máximo de 8%

Coll d’Honor

Subida de 4.7km com pendente médio de 6% e máximo de 9%

San Salvador

Subida de 4.7km com pendente médio de 7% e máximo de 15%

Puig de Randa

Subida de 4.7km com pendente médio de 5% e máximo de 7%

Coll de la Creueta

Subida de 3.2km com pendente médio de 6% e máximo de 9%

Cap de Formentor

Não se considera bem uma subida mas para chegar ao farol distam 18km a 1% de pendente.

Desta forma, consideramos estarem reunidas condições para desbravar estas subidas e todas as outras que se nos atravessarem no caminho. E nos “intervalos da chuva” há sempre espaço para um mergulho nas suas belas e paradisíacas praias ao som de uma cerveja a descer pela goela abaixo!!!

O céu na terra para umas férias ciclísticas.

Geo-estrategicamente bem localizada,  para o fim que aqui falamos, a melhor forma de encarar esta aventura é ir até lá de mochilinha às costas, flip flops e calçõezinhos de ir à pesca, com o capacete já colocado na “moina” 🙂 e os sapatos de encaixe ao ombro.

Levar a nossa “fininha”??? Jamais!!! Não compensa o risco e as despesas inerentes a esta vontade parva de levar a nossa bike, sim estava a falar da bike.

Levar a nossa bike para uma aventura transfronteiriça implica no pagamento de entre 90 a 120€ à companhia de aérea escolhida, a isto fica associado o enorme risco de peças ou quadro partido. Porque para o “handler” aeroportuário o carbono é indestrutível… “alguém há-de lhes ter dito isso… quem não sabemos… mas se soubéssemos…. “. Além disto investir numa mala de transporte, upa upa e fica puxadote.

NÃO COMPENSA. Acreditem que o vosso rabinho não é esquisito.

Além fronteiras, nos locais mais procurados, Pireneus, Alpes, Côte D’Azur e este que aqui falamos, a oferta e o “range”  é imenso, até para os meninos que só sentam as suas peles em material de ponta, Di2, rodinhas da fina flôr e afins, a pensarem que assim não “ganem” nas subidas ou porque vão preocupados com as aparências… E tudo a preços que compensam de longe, e deixar as nossas “meninas” na segurança do nosso lar.

Nota: Ao enveredar pela hipótese de alugar bicicleta no local de destino, uns dias antes temos de dedicar muito tempo com a nossa, falar com ela, cuidar dela, lavá-la, oleá-la, pôr uma peçinha nova ou umas fitas de guiador novas… etc…  mas não contar-lhe tudo… apenas dizer-lhe que vamos de viagem em trabalho.

E como chegar a Maiorca?

  • A pé+ferry, looooool,
  • Avião (várias hipóteses, pesquisem!);
  • Carro e ferry.

Qual a que achamos mais célere e menos dispendiosa? De avião, mas a partir de Espanha.

Quanto à estadia? Muita oferta! Desde booking, AirBnB, etc… no limite, dormir num sopé de uma qualquer subida/ montanha também nos parece plausível.

Já estamos a tentar encaixar esta no calendário e seria muito bom poder brevemente fazer um “review” da aventura!!!

#53onze #KeepItSimple #LifeIsaSport